E agora, a Mamãe Saiu de Férias? (2019) – Crítica
E agora, a Mamãe Saiu de Férias?

E agora, a Mamãe Saiu de Férias? (10 giorni senza mamma no original)  está uns 40 anos (para dizer o mínimo) atrasado. O longa tem como ideia genial pensar: imagine se o pai cuidasse dos próprios filhos? UAU…. O diretor e corroteirista italiano Alessandro Genovesi tira toda a sorte (e nosso azar) de piadas dessa inusitada (?) situação. Sim, eu sei que temos inúmeros pais que mesmo presentes são ausentes, mas a forma como o filme coloca isso em tela é totalmente obsoleta.

No longa vemos Carlo (Fabio De Luigi) tendo que passar longos 10 dias com os três filhos, pois a mulher e mãe das crianças, Giulia (Valentina Lodovini), resolveu passar 10 dias em Cuba. Os filhões basicamente tem uma característica cada um: a bebê tem falas incompreensíveis para o pai, o filho é um tarado por brinquedos violentos e a mais velha tem como grande distinção ser uma adolescente comum (ela que talvez seja a única personagem com algum desenvolvimento). Para além disso, Carlo tem um “gincana” absurda no trabalho para disputar uma vaga, “gincana” essa que perde as aspas no último ato e se torna mais absurda ainda, principalmente as consequências dela.

E agora, a Mamãe Saiu de Férias?

O humor é repetitivo, pueril e que explora situações idiotas como a do mote central. Sabe aquelas comédias, geralmente da Globo Filmes, que muita gente desinformada tira como metonímia do cinema nacional? Seria o mesmo que ao ver E agora, a Mamãe Saiu de Férias? eu dissesse que cinema italiano não presta…

E se as situações são de revirar os olhos, o como elas são mostradas também não ajudam. O longa se inicia com uma narração em off de uma cena deslocada do final (de onde surgiu essa narração?). Esse recurso é dos mais batidos e acrescentam em nada no fluxo narrativo. Geralmente quando a cena é retomada é um indicativo que o filme acabou, nem essa alegria E agora, a Mamãe Saiu de Férias? me deu, já que haviam outras muitas cenas depois…

E o momento derradeiro poderia ter um nível de emoção, mas a marcação dos atores e os cortes impedem que a coisa seja contemplada. E esse movimento ocorre mais de uma vez aqui. Até quando o longa ensaia acertar, ele mesmo se boicota. O arco dos personagens é tolo (com toda essa bagagem, o estranho seria se não fosse), mas até o fiapo de mudança nos personagens, o longa também recua…

 

Confira as nossas outras críticas dos lançamentos de 2020 no Brasil:

Frozen 2
O Caso Richard Jewell
O Farol
Ameaça Profunda
Adoráveis Mulheres
Kursk – A Última Missão
Retrato de uma Jovem em Chamas
Os Miseráveis
O Escândalo
Um Espião Animal
1917
A Divisão
A Possessão de Mary
O Melhor Verão das Nossas Vidas
Um Lindo Dia na Vizinhança
Adoniran, Meu Nome é João Rubinato
Judy: Muito Além do Arco-íris
Os Órfãos
Bad Boys Para Sempre
Testemunha Invisível
Com Amor Van Gogh – Um Sonho Impossível

 

 

Not rated yet!

10 giorni senza mamma

20191 h 34 min
Overview

Giulia (Valentina Lodovini) é uma mãe que abandonou a carreira para se dedicar aos seus três filhos. Carlo (Fabio De Luigi) é marido de Giulia mas, diferente dela, não tem tempo para a família e passa mais tempo no trabalho do que em casa. Tudo muda quando Giulia, cansada da monotonia de sua vida, decide sair de férias por dez dias, deixando Carlo sozinho com as crianças.

Metadata
Writer
Author
Runtime 1 h 34 min
Country  Italy
Release Date 7 fevereiro 2019

Nota do Razão de Aspecto

 

O que você achou?

 
[Total: 0    Média: 0/5]