Sundance 2019 #12 – Midnight Session/Sessão da Meia Noite – Wounds

Contato Visceral. Depois de três anos, o diretor do excelente Sob a Sombra (2016), Babaq Anvari, retorna ao Festival de Sundance com seu segundo filme, o perturbador Contato Visceral. Ao contrário de Sob a Sombra, que foi produzido em farsi – língua nativa do diretor -, Contato Visceral foi realizado em inglês, ambientado e gravado em New Orleans, com participação de um elenco poderoso: Armie Hammer, Zazie Beets e Dakota Johnson. Com certeza, esta produção terá alcance maior de público.

Como protagonista, Armie Hammer faz um excelente trabalho, especialmente por jamais ter feito qualquer papel parecido em sua carreira. Will é um bartender charmoso e bonito, mas superficial e sem compromisso, que passa pela vida sem se aprofundar em absolutamente nada, até o dia em que cruza com um grupo de jovens envolvidos com algo maligno, depois de acessar o celular que um desses jovens esqueceu no bar em que Will trabalha. Esse encontro resultará na sua jornada de decadência rumo ao inferno pessoal, talvez metafórico, talvez não. Você descobrirá.

Dakota Johnson constrói uma personagem esquisita e contraditória, mas que imerge na atmosfera daqueles acontecimentos bizarros de forma convincente. Não se trata de uma surpresa, considerando sua excelente atuação do remake de Suspiria. Podemos considerar que a atriz conseguiu exorcizar a embaraçosa participação na franquia 50 Tons de Cinza.

Babaq Anvari esbanja talento, mais uma vez, na construção progressiva da tensão, utilizando de recursos simples e eficientes, sem apelar para sustos baratos e clichês escancarados. Simples trocas de mensagens de celular ou um vídeo na tela do computador são o suficiente para causar incômodo permanente, especialmente por seguirmos a narrativa do ponto de vista de Will. Assim, temos as mesmas dúvidas e os mesmos medos, assim como buscamos as mesmas respostas. Se esse projeto caísse nas mãos do diretor errado, o resultado poderia ter sido um filme B não intencional, algo que cairia no ridículo, em vez de provocar medo e tensão. Felizmente, Anvari é um dos diretores de terror mais promissores da atualidade, juntamente com Ari Aster.

Ainda que seja um filme de terror sobrenatural, Contato Visceral certamente não agradará todos os públicos. Se você procura trama mastigadinha, explicações e respostas precisas, este não é um filme para você. Por outro lado, se você procura uma narrativa tensa, atmosfera perturbadora e imagens capazes de causar pesadelos, este é o filme certo.

 

Wounds / USA, United Kingdom (Director  and Screenwriter: Babak Anvari; Producers: Lucan Toh, Christopher Kopp; Principal Cast: Armie Hammer, Dakota Johnson, Zazie Beetz, Karl Glusman). Brad William Henke  ). Will is a bartender in New Orleans. He has a great job, great friends, and a girlfriend, Carrie, who loves him. He skates across life’s surface, ignoring complications and concentrating on enjoying the moment. One night at the bar, a violent brawl breaks out, which injures one of his regular customers and causes some college kids to leave behind a cell phone in their haste. Will begins receiving disturbing texts and calls from the stranger’s phone. While Will hopes to not get involved, Carrie gets lost down a rabbit hole investigating this strange malevolence. They’ve discovered something unspeakable, and it’s crawling slowly into the light. Midnight Session.

Nota do Razão de Aspecto

 

O que você achou?

 
[Total: 0    Média: 0/5]
Posts relacionados
  • 29 jan 2017
  • 1
Dois longas no oitavo dia do festival:  Mudbound e The Wound. Veja aqui o vídeo com os comentários do Maurício Costa:   Cobertura Completa de...
  • 31 jan 2020
  • 0
Run Sweeteheart Run / USA (Director and Screenwriter: Shana Feste; Principal Cast:  Ella Balinska, Pilou Asbæk, Clark Gregg, Aml Ameen, Dayo Okeniyi,  Shohreh Aghdashloo). Timid...
  • 28 Maio 2018
  • 0
AVISO !!! ESTE TEXTO CONTÉM SPOILERS DO SEXTO EPISÓDIO DA SEGUNDA TEMPORADA DE WESTWORLD ——— xxx ———- As análises dos episódios anteriores podem ser encontradas aqui...