Os 3 Melhores Filmes de Abril de 2018

Melhores filmes do mês? Abril teve grandes lançamentos, algumas surpresas e algumas decepções, mas com quantidade suficiente de filmes para forma boas listas mensais. Temos blockbuster, filme de terror e de ficção científica.

Antes de começarmos, confira as listas de janeiro, fevereiro e março:

3 Melhores Filmes de janeiro

3 Piores Filmes de janeiro

3 Surpresas de janeiro

3 Piores Filmes de Fevereiro

3 Melhores Filmes de Fevereiro

3 Surpresas de Fevereiro

3 Melhores Filmes de Março

3 Piores Filmes de Março

 

Por fim, o nosso pódio do mês:

3- Antes Que Tudo Desapareça

Antes que Tudo Desapareça é uma excelente ficção científica japonesa, que teve seu lançamento mundial no Festival de Cannes. Com uma premissa instigante e bem executada, no melhor estilo do estranhamento causado pelo ponto de vista oriental sobre a vida, esta narrativa conta a história de Narumi Kase (Masami Nagasawa), cujo marido Shinji Kase (Ryuhei Matsuda), voltou para casa, depois de dias desaparecido e, misteriosamente, parece ser outra pessoa, mais gentil e amável. Na verdade, o corpo de Shinji foi possuído por um alienígena que veio anunciar uma invasão à Terra. Antes que Tudo Desapareça tem algo do clássico Invasores de Corpos e mantém o espectador instigado até o último minuto.

2- Vingadores: Guerra Infinita

Vingadores: Guerra Infinita é um filme maduro, inteligente e, sem dúvida, o mais ousado blockbuster da história de Hollywood, o mais corajoso filme da Marvel e, por que não dizer, o mais corajoso filme de super heróis jamais feito. As consequências do desfecho dessa primeira parte são impensáveis, e a qualidade do final supera e nos faz esquecer qualquer pequeno defeito do filme. Como cinema, não é perfeito, mas como clímax do UCM é uma obra prima, que faz os filmes da DC parecerem dignos de pena.

Leia a nossa crítica completa de Vingadores: Guerra Infinita.

1- Um Lugar Silencioso

Fazer um bom filme de monstro, ao contrário do que a maioria pensa, não é simples. Não basta colocar uma criatura horrenda e monstruosa destruindo pessoas com requintes de sanguinolência. O que diferencia um filme como Alien, o oitavo passageiro ou Tubarão de coisas como A múmia (o de 2017, com Tom Cruise) são duas coisas aparentemente simples: o monstro tem que assustar, e nós temos que nos identificar com as vítimas. Um lugar silencioso atende a ambos os quesitos. Um lugar silencioso pode não ser um filme de monstro perfeito, mas cumpre sua função de modo eficiente e criativo.

Leia a nossa crítica completa de Um Lugar Silencioso

Você concorda com a nossa lista? Publique a sua nos comentários!

Posts relacionados
  • 21 out 2016
  • 1
  A Chegada, do diretor Denis Villeneuve, tem sua estreia antecipada para dia 24 de novembro. O filme abriu a 18ª edição do Festival do Rio,...
  • 26 jan 2016
  • 0
Maurício Costa, nosso Sundance Kid, comenta o documentário Under the Gun e o drama Dark Night.
  • 10 fev 2017
  • 0
Paraíso foi o concorrente Russo ao Oscar, mas ficou fora da lista final. Temos aqui mais um filme sobre holocausto. Porém “mais um” não é uma...