CONEXÃO SUNDANCE – A MELHOR COBERTURA DO FESTIVAL DE CINEMA INDEPENDENTE MAIS IMPORTANTE DO MUNDO!

 

No dia 19 de janeiro, começa o Festival de Sundance – o maior e mais importante festival de cinema independente do mundo. Durante 11 dias, a indústria do cinema independente estadunidense e mundial se reunirá em Park City, Utah, nos Estados Unidos, para uma maratona de filmes, encontros, seminários e muito debate sobre a nossa grande paixão: a sétima arte.
Não interprete equivocadamente o termo “independente”. Não se trata de um festival de filmes incompreensíveis e herméticos – embora Donnie Darko tenha sido lançado em Sundance -, para público minúsculo. Nos Estados Unidos, filmes independentes são aqueles produzidos fora de Hollywood, portanto não submetidos aos mesmos parâmetros dos estúdios. Mesmo com orçamento menor, grande parte das produções presentes em Sundance custam alguns milhões de dólares. Um filme independente em Sundance, por vezes, tem um orçamento maior do que algumas superproduções de outros países. Claro, há produções de orçamento mais baixo, mas sempre com alto nível de qualidade.
O Festival de Sundance reúne muitas estrelas de Hollywood, afinal de contas, nem só de blockbusters se faz a carreira dos atores, diretores, roteiristas e de toda a equipe de cinema. Não são raras as estrelas que marcam presença no festival, seja como público, seja como parte das obras lançadas por lá, dentro ou fora da competição. Não se poderia esperar nada diferente de um festival cujo patrono é Robert Redford.

O Festival de Sundance

também tem o mérito de privilegiar a diversidade em diversos aspectos: de gênero cinematográfico, com mostras competitivas para documentários e dramas do mundo todo, mostra especial de filmes de terror e premiére de filmes que serão sucesso de bilheteria ao longo do ano; geográfica, com filmes das mais diversas origens; temática, com produções sobre as mais variadas questões sociais, políticas e subjetivas; de gênero, raça e crença, com filmes e seminários que abordam homossexualidade, racismo e religião, sem que as coisas sejam necessariamente contraditórias. Sundance é um evento que prova como é possível conviver com as diferenças culturais, sociais, étnicas e religiosas com tolerância.


O Festival de Sundance
também revelou grandes talentos do cinema mundial, como Tarantino, Wes Anderson e Demian Chazele – diretor do provável vencedor do Oscar 2017, La La Land:Cantando Estações e tornou-se celeiro de concorrentes ao Oscar: Pequena
Miss Sunshine, Preciosa, Inverno da Alma, Brooklin, Whiplash e Manchester à Beira-Mar
são alguns exemplos recentes. Sundance também revelou para o mundo filmes de
sucesso comercial, como Bruxa de Blair, Jogos Mortais, A Bruxa, CapitãoFantástico, Amnésia, Cães de Aluguel e Donnie Darko.

A importância do Festival é tamanha que o Razão de Aspecto, o Cinem(ação), Cine Drive Out, o Conacine, os Pós-Créditos e o Correio Braziliense formaram o Conexão Sundance – um grupo de blogs, canais e veículos de imprensa dedicados à cultura e ao cinema que fará a cobertura completa do Festival. O Conexão Sundance publicará vídeos diários com comentários de todos os filmes vistos naquele dia, entradas ao vivo no facebook e no twitter com entrevistas, comentários sobre o Festival e veiculação ao vivo das sessões de Perguntas e Respostas com a Equipe dos filmes, textos diários no Razão de Aspecto com todos os detalhes do que acontece em Park City e entrevistas diárias no Conacine sobre o dia-a-dia do Festival. Não haverá cobertura mais abrangente, interativa e que proporcione experiência tão completa.

 

 

Se você gosta de cinema, não pode perder nossa cobertura do Festival de Sundance. Acompanhe tudo nos canais, sites e jornais do Conexão Sundance! E não se preocupe, todas as entrevistas e vídeos feitos em inglês terão legendas inseridas diariamente. Assim você não perde nada da experiência!
Posts relacionados
  • 22 mar 2016
  • 0
Gênero: Drama Direção: Kornél Mundruczó Roteiro: Kata Wéber, Kornél Mundruczó, Viktória Petrányi Elenco: Gergely Bánki, Lili Horváth, Lili Monori, Sándor Zsótér, Szabolcs Thuróczy, Tamás Polgár, Zsófia Psotta Produção: Eszter Gyárfás,...
  • 30 out 2016
  • 1
Raman Raghav é um excelente filme capaz de romper preconceitos em relação tanto ao estereótipo quanto a qualidade dos filmes de Bollywood. Gênero: Suspense, Policial Direção: Anurag...
  • 6 fev 2019
  • 0
  As colunas anteriores de 608 filmes por Diogo Almeida você pode ler aqui. Em nome do pai, do filho… Há diretores de cinema que...