John From (2016) – Cinema em um Parágrafo

O culto à carga e o mito de John From fazem parte da cultura de Vanatu, uma pequena ilha na Oceania. O diretor português João Nicolau integrou de forma metafórica, e às vezes explícita, aquele arcabouço à rotina de uma jovem. Boa parte da obra vemos, repetidamente, o dia a dia de Rita nas situações mais cotidianas: desde a relação com a amiga, passando pelos banhos de sol até a paixão pelo vizinho. E coisa se torna tão desinteressante quanto a vida de um adolescente comum pode ser. A atriz Júlia Palha até tem algum carisma e definitivamente não é culpada pelo resultado. Quando a parte fantástica aparece a coisa piora. Os elementos são tortos e os efeitos pobres, vide o papel voando e uma famigerada névoa. As analogias e os momentos onde a leveza funcionam acabam se perdendo. Nota 2/5

Ficha técnica de John From

Quer mais filmes Europeus? Veja nosso texto sobre: 

Sierranevada

Eu, Daniel Blake

The Siege of Jadotville

Posts relacionados
  • 20 dez 2016
  • 0
Polêmico como o poeta, o filme Neruda gerou controvérsia no Razão de Aspecto   Gênero: Biografia Direção: Pablo Larraín Roteiro: Guillermo Calderón Elenco: Alejandro Goic,...
  • 22 jun 2016
  • 0
  Gênero: Ficção Científica Direção: Roland Emmerich Roteiro: Carter Blanchard, James A. Woods, Nicolas Wright Elenco: Alice Rietveld, Angelababy, Ava Del Cielo, Bill Pullman, Brent Spiner, Charlotte Gainsbourg, Chin...
  • 24 dez 2019
  • 0
Este é o último de uma trilogia de textos sobre o fim (ao menos por enquanto) da saga da família Skywalker nos cinemas. Você pode...