Netflixing: TOO LATE (2015) – Cinema em um parágrafo

 

Too Late causa uma primeira impressão confusa. Nos primeiros minutos, parece um filme trash, pretensioso e mal executado. Uma imitação barata de filmes policiais dos anos 70. De repente, um evento muda toda a perspectiva, e o espectador é jogado na narrativa de um noir moderno. Está tudo lá: o protagonista anti-herói bizarro, a mulher de caráter duvidoso, o antagonista mórbido, a atmosfera sombria e o cenário completo do submundo, neste caso, de Los Angeles. Tudo isso reunido em uma história de crime contada de forma não linear, que consegue surpreender. A bizarrice fica completa com as interpretações, que são propositalmente grandiloquentes – isso pode incomodar. Se você gosta de se arriscar com filmes diferentes, este é o certo pra você. Nota 3,5/5.Para mais cinema em um parágrafo de filmes da Netflix:

Blue Jay

A História Real de um Assassino Falso

7 Años

Posts relacionados
  • 15 dez 2016
  • 0
Sing – Quem Canta Seus Males Espanta fecha mal o ano, que não foi muito favorável para as animações… Gênero: Animação Direção: Garth Jennings Roteiro:...
  • 14 set 2016
  • 0
  Gênero: Terror Direção: Adam Wingard Roteiro: Simon Barrett Elenco: Brandon Scott, Callie Hernandez, Corbin Reid, James Allen McCune, Valorie Curry, Wes Robinson Produção: Jess Calder, Keith Calder, Roy Lee,...
  • 23 jan 2017
  • 0
      No quarto dia do festival, comentamos 6 filmes. Foi um dia intenso, que começou com um filme espetacular e terminou com um...