WESTWORLD (1.9) – THE WELL-TEMPERED CLAVIER – SÉRIES E TV
Uma história em forma de boneca russa. 
Para os personagens, o labirinto é o jogo. Para o espectadores, o labirinto é a narrativa.

 

ESTA CRÍTICA CONTÉM SPOILERS DO NONO EPISÓDIO
DE WESTWORLD

Leia a fica técnica aqui

————————————————————————————————-

 

Nesta semana, substituirei o nosso resenhista titular de WestWorld, Daniel Guilarducci, que está em viagem de trabalho. Assim, não se surpreendam com eventuais diferenças de estrutura, estilo e abordagem na análise deste episódio.

No episódio 1.9, confirmaram-se algumas das teorias mais debatidas pelo fãs. Tratemos de cada uma delas separadamente.
Bernard, além de anfitrião, é, também, uma homenagem a Arnold, sócio, amigo e fundador do parque juntamente com Ford. Esta descoberta resolve duas das principais questões: as conversas que acreditávamos terem acontecido entre Dolores e Bernard, inclusive aquela que abre a temporada, eram, na verdade, conversas entre Dolores e Arnold, consequentemente, toda a narrativa está fora de ordem cronológica – três períodos diferentes estão sendo narrados. Após essa revelação, percebemos que tudo estava claro desde o princípio, nos mais mínimos detalhes. Por exemplo, as roupas de Arnold e Bernard – evidentemente interpretados pelo mesmo ator – são sempre diferentes.
William e o Homem de Preto são a mesma pessoa. Para além dos vários indícios dos últimos episódios, como o uso da mesma faca, a diferença dos logotipos e o reencontro com Angela -a mesma anfitriã que o recebe quando chega ao parque pela primeira vez -, O episódio acaba com um lindo raccord de Billy para o Homem de Preto, no reencontro com Dolores na igreja da “cidade coberta pela areia”, agora redescoberta por Ford para o desenvolvimento de sua nova narrativa.
Dolores matou Arnold. Esta, talvez, tenha sido a revelação mais importante do episódio, por jogar luz sobre a primeira crise do parque, que ocorreu trinta anos antes da linha narrativa que envolve o Homem de Preto, Ford, Bernard, Maeve e Dolores.
As confirmações de cada uma dessas teorias realizaram-se em cenas fortes e memoráveis: Bernard, influenciado por Maeve, enfrenta seu criador em busca de respostas e acaba forçado ao suicídio, Dolores revive as memórias dos primórdios do parque, daquilo que poderia ser a base da narrativa de Wyatt, e toma consciência de que matou Arnold. A jornada se aproxima do desfecho no reencontro de Dolores e do Homem de Preto na Igreja de Escalante.
A mistura de cada um desses elementos parece resultar em uma narrativa confusa e sem sentido, mas que demonstra toda a complexidade de WestWorld. Uma análise mais aprofundada de todos os indícios dos primeiros nove episódios nos levam a crer que existem três histórias diferentes sendo contadas ao mesmo tempo, todas elas relacionadas ao ponto de vista de Dolores: a) os primeiros cinco anos do parque até a crise e a morte de Arnold (35 anos antes) ; b) a chegada de William e Logan, o encontro de William com Dolores e a transformação do personagem (30 anos antes); e a jornada do Homem de Preto, a batalha de Ford contra a Delos, a tomada de consciência de Bernard e Maeve (o tempo presente do Parque).
No presente, temos, então, duas narrativas paralelas: a) Dolores está revivendo as memórias de 30 anos antes e, dentro delas, as memórias dos primeiros 5 anos de parque, que levaram ao massacre (aqui temos uma história, dentro de outra história, dentro de outra histórica, como uma boneca russa narrativa); e b) A tomada de consciência de Maeve e Bernard, o desfecho trágico de Bernard e a possível rebelião liderada Maeve poderão levar a uma crise na qual os anfitriões matem os hóspedes, como no filme dos anos 70.
Para desfazer essa confusão, é importante desenvolver uma linha do tempo. Farei uso daquela elaborada por Gabriel Gnamm, neste vídeo. Até o momento, esta é a melhor linha do tempo que encontrei para organizar a narrativa e explicar as teorias sobre WestWorld.
Embora muitas perguntas tenham sido respondidas, outras surgiram com este excelente episódio. Qual o objetivo de Ford ao criar a narrativa de Wyatt e desenterrar Escalante? A relação entre o Homem de Preto e Charlote é apenas comercial, ou ela seria sua filha? Wyatt seria, na realidade, Dolores? As memórias de Teddy sobre Escalante são implantadas ou apenas distorcidas? Maeve iniciará sua rebelião? O season finale promete ser épico. WestWorld conquistou seu lugar entre as melhores séries de TV de 2016.
Posts relacionados
  • 12 out 2016
  • 0
Devido ao dia das crianças, perguntamos aos razoáveis pelo Twitter qual a atuação infantil que merecia uma crítica pelo Razão de Aspecto, e o vitorioso...
  • 31 jan 2019
  • 0
Light from light / USA (Director and Screenwriter: Paul Harrill; Producers: James M. Johnston, Kelly Williams, Toby Halbrooks, Elisabeth Moss, Tim Headington, Theresa Steele; Principal Cast: Marin Ireland, Jim Gaffigan,...
  • 3 fev 2019
  • 0
Paradise Hills / Spain, USA (Director: Alice Waddington; Screenwriters: Nacho Vigalondo, Brian DeLeeuw; Producers: Adrián Guerra; Núria Valls; Principal Cast: Emma Roberts, Danielle Macdonald, Awkwafina, Eiza González,...