NETFLIXING: RAÇA (2016) – CINEMA EM UM PARÁGRAFO
Chegou à Netflix Brasil o excelente Raça, a cinebiografia de Jesse Owens (Stephan James), o atleta negro americano que ganhou quatro medalhas de ouro nas Olimpíadas de Berlim, em 1936, superando corredores arianos, em pleno regime nazista. A narrativa se desenvolve da chegada deo humilde e pobre Owens à Universidade, ainda nos anos 1920, sua descoberta como atleta, até a conquista das medalhas nos Jogos Olímpicos de 1936. Stephan James nos entrega a interpretação de um herói clássico, mas não unidimensional, e consegue levar o público a criar empatia com corredor negro, que, apesar de ter sido herói do seu país no exterior, continuou a ser discriminado em casa. Este tema é o grande mérito de Raça: em momento algum, a narrativa é maniqueísta. O racismo sofrido por Owens nos EUA não é ignorado, nem por isso a discriminação racial do alemães é justificada. Stephen Hopkins fez um bom trabalho de direção, com uma reconstrução de época impecável, apesar de alguns efeitos digitais um pouco artificiais. O filme também faz uso de alguma imagens originais daqueles Jogos Olímpicos, que, quando contrastadas com as filmagens, demonstram a excelência técnica do do trabalho realizado. É uma pena que o nome em português tenha eliminado a ambiguidade do título em inglês, que, ao mesmo tempo, se refere à raça de Owens e ao seu grande talento: correr. Nota: 3,5/5.
 
Leia a fica técnica aqui.
Quer mais Cinema em Um Parágrafo? Confira:
Posts relacionados
  • 8 out 2017
  • 0
mãe! (com letra minúscula e ponto de exclamação), dirigido por Darren Aronofsky, abalou o mundo cinematográfico. Uns amaram e outros odiaram. Outros tantos sequer entenderam o...
  • 24 nov 2016
  • 0
O super astro Tom Cruise volta com Jack Reacher em mais um longa da franquia. Será que é tão bom quanto o anterior? Gênero: Ação...
  • 10 out 2016
  • 0
  O excelente documentário do Netflix, Amanda Knox, já foi destrinchado pelo Maurício Costa aqui. Mas eu não podia deixar de contribuir com mais um...