O BEBÊ DE BRIDGET JONES – CINEMA EM UM PARÁGRAFO
 
 
O Bebê de Bridget Jones é um filme divertido…como são os dois primeiros filmes. Dez anos depois, a personagem amadureceu, seus dilemas evoluíram, mas a personalidade sem noção continua mesma. Neste filme, Bridget tem uma carreira estabilizada, encontrou o peso ideal, continua em busca do amor, porém não se define como mulher pela busca do casamento. A fórmula continua funcionando, e o filme é eficiente em criar uma narrativa que envolva tanto o novo público quanto o público que envelhe…cof cof.. amadureceu junto com a personagem: os problemas são verossímeis e realmente causam empatia. Todos nós podemos nos identificar com algum daqueles personagens em pelo menos um de seus desafios perante a vida.  Renée Zellweger e Colin Firth atuam com a mesma química dos dois primeiros filmes, com especial destaque para o intérprete de Mr. Darcy. O filme, entretanto, tem seus problemas. Ao contrário dos filmes anteriores, em O Bebê de Bridget Jones, não há uma rivalidade verdadeira na disputa pela barri…digo, pelo coração de Bridget. Patrick Dempsey teve a tarefa inglória de substituir Hugh Grant e não teve êxito: faltaram carisma e emotividade ao personagem. Emma Thompson merece destaque pela excelente atuação no melhor estilo de humor britânico. O Bebê de Bridget Jones não é nenhuma obra prima do cinema – nem pretende ser – e, por não se levar tão a sério, resulta em filme divertido, fluido e engraçado: tudo o que uma comédia tema obrigação de ser. Nota: 3,5/5.
 
 
Leia a Ficha Técnica aqui.
Quer mais Cinema em um Parágrafo? Confira:
Posts relacionados
  • 21 abr 2016
  • 0
Better Call Saul é um dos melhores lançamentos originais da Netflix nós últimos anos, juntamente com Stranger Things e Gilmore Girls: Um Ano Para Recordar.     Leia...
  • 26 jan 2016
  • 2
Mais três filmes de Sundance no Razão: Little Men, Complete Unknown e Outlaws and Angels.
Sundance
  • 25 jan 2018
  • 0
Passamos da metade do Festival de Sundance 2018, já estamos no 6º dia. O nosso enviado especial Maurício Costa viu 3 filmes: Beirut, Puzzle, Lord...