Verdade ou Desafio (Truth or Dare, 2018) – Crítica
Verdade ou Desafio

Verdade ou Desafio traz um grupo de amigos que depois de uma noitada acabam se envolvendo em um jogo mor(t)al, exatamente o Verdade ou Desafio que dá título ao longa. Se por acaso você não conhece o game ele consiste em alguém te perguntar: “Verdade ou Desafio”, se você disser verdade então terá que responder com sinceridade uma pergunta. Caso você seja mais ousado, opte por desafio e terá que cumprir uma “prenda”. Em geral, a depender da idade, a coisa envereda para coisas sexuais e/ou constrangedoras.

O adendo aqui é que uma entidade toma conta dos participantes daquela rodinha e mata quem não cumprir o desafio ou em quem falar mentiras. Outro diferencial é que a nossa protagonista Olivia (Lucy Hale) adora fazer caridade e sempre coloca os outros como prioridade. Em um jogo que descamba para mortes alheias, esse conflito moral (daí o trocadilho anterior) coloca uma pimentinha.

Verdade ou Desafio

Premissa estabelecida vamos à execução. Se a ideia não é grande coisa, o modo de colocá-la em prática deixa ainda mais a desejar. Logo no começo já temos uma cena mais movimentada para tentar atrair o público. Sensação de urgência, loucura, perigo são postos como isca. Tal momento servirá como um retorno posterior. Esse artifício é bem clichês em filmes do gênero.

Não tarda para encontramos o nosso grupo principal: típicos jovens que querem curtir. O ar aventureiro ou somente a possibilidade de tomar mais umas/entrelaçar corpos, faz com que eles acabem se envolvendo na coisa. Também típica “punição” de filmes de terror. Por falar em terror, aqui são apenas jumpscares como ferramenta. Nada contra, a priori, o uso, mas deixar como ferramenta quase que exclusiva é bem pobre.  O quase fica por conta de alguns alegarem que o terror está em falar certas verdades ou fazer coisas que beiram o perigo…

Se você não quiser spoilers recomendo não ver o trailer. Este mostra quase 90% das coisas importantes, basicamente eles escondem só o final. Não que o filme vá te surpreender, ele é bem previsível, porém quem quiser guardar uma coisinha ou outra para a hora H, então pule o trailer. Eu fui para o filme seco e previ quase que todas os movimentos.

Verdade ou Desafio

O elenco está ali para cumprir uma função muito específica. Dada essa questão, então sobra pouco para mostrar talentos interpretativos. O que vemos, contudo, não é muito animador. Expressões básicas e por vezes pouco convincentes. Seja para demonstrar paixão, saudade, medo ou força, o conjunto de atores não apresenta nada que eleve a empatia no público.

Contudo, o texto não ajuda. Em produções assim, costumeiramente reclamamos de que não há uma investigação e que os protagonistas são passivos. Em Verdade ou Desafio, até temos (principalmente se você considerar pesquisas no facebook, como investigação), mas a coisa é bem facilitada. Um momento na delegacia é o exemplo da preguiça. Lá algo fundamental se resolve e o roteiro dá duas escorregadas. E o final até faz sentido, mas é extremamente broxante – obviamente não vou falar o que é.

Outro ponto que pesa contra é a falta de sutileza. Certas frases são repetidas ou situações muito explicadas. E o filme pegando na nossa mão e nos guiando pelo “complexo” universo que ele criou. Essa mecânica, além de inconveniente, torna alguns momentos enfadonhos e desnecessários. Fora uma ou duas sacadas, no geral esses dois adjetivos resumem bem o todo.

Verdade seja dita: desafio é assistir este filme.

Not rated yet!

Truth or Dare

20181 h 40 min
Overview

Um grupo de estudantes da faculdade começa a jogar "Verdade ou Consequência" e depois começa a assombrado por uma presença sobrenatural.

Metadata
Director Jeff Wadlow
Writer Jillian Jacobs, Michael Reisz, Christopher Roach, Jeff Wadlow
Author
Runtime 1 h 40 min
Release Date 12 abril 2018

Nota do Razão de Aspecto

 

O que você achou?

 
[Total: 11    Média: 3/5]