Uma Verdade Mais Inconveniente (An Inconvenient Sequel, 2017) – Crítica
Posters para "An Inconvenient Sequel: Truth to Power"

Uma Verdade Mais Inconveniente,  sequência de Uma Verdade Inconveniente, (2006) é um filme necessário e fundamental para manter a aceso o debate sobre as mudanças climáticas. Uma década depois da produção original, Al Gore retorna com o debate sobre os desdobramentos das políticas públicas – ou da falta delas – relativas ao aquecimento global. Como vivemos em uma época na qual há quem defenda que a Terra é plana, o ensino do criacionismo as escolas, que o nazismo era de esquerda e que racismo é uma questão de opinião, o ceticismo quanto ao aquecimento global tem ares, mais sérios, porque, pelo menos, tem alguma fundamentação (pseudo) científica. E esse debate ganha corpo neste documentário inteligente e provocador.

Uma Verdade Mais Inconveniente foi o filme de abertura do Festival de Sundance 2017 e contou com a presença do próprio Al Gore na sessão de perguntas e respostas. Tive a sorte de participar da sessão, que coincidiu com a posse de Donald Trump, que, por sua vez, denunciou e iniciou o processo de retirada dos EUA do Acordo de Paris. Essa “coincidência” de datas tornou a estreia do filme um evento poderoso, com uma mensagem política para o mundo.

 

Como filme, trata-se de um documentário tradicional, com uma linda fotografia e com imagens surpreendentes do derretimento das calotas polares. Além disso, a narrativa acerta, ao dar grande destaque às negociações da COP 21 e ao Acordo de Paris. Al Gore foi ovacionado no final da sessão e, no dia da posse de Trump, alfinetou: ” que dia interessante para ver um filme como este”.

Front Runner na corrida pelo Oscar da categoria em 2018.

 

Assista ao video de comentário de Uma Verdade Mais Inconveniente no Festival de Sundance 2017:

Not rated yet!

An Inconvenient Sequel: Truth to Power

Overview

Nos Estados Unidos, é quase uma tradição: se você for derrotado na disputa pela presidência, não há uma segunda chance. Há exceções, é claro - Richard Nixon perdeu em 1960 para, oito anos depois, ser eleito -, mas esta costuma ser a praxe na política norte-americana. Conhecedor de tal histórico, o ex-vice-presidente Al Gore decidiu se reinventar após perder a controversa eleição de 2000 para o republicano George W. Bush: a partir de então, ele se dedicaria (ainda mais) à defesa do meio ambiente, tendo como bandeira maior a conscientização acerca do risco decorrente da crise climática, que se aproximava cada vez mais rápido.A partir de uma elaborada apresentação onde se apresentava como um típico showman, mesclando dados contundentes com pitadas de bom humor, Al Gore aos poucos reconquistou seu espaço. Especialmente quando tal palestra se tornou um longa-metragem, o didático e contundente...

Metadata
Director Bonni Cohen, Jon Shenk
Writer
Author
Runtime
Release Date 28 julho 2017

Nota do Razão de Aspecto

 

O que você achou?

 
[Total: 0    Média: 0/5]