The Room (2003) – Top 5 Piores Cenas
Posters para "The Room"

Com a chegada aos cinemas de O Artista do Desastre, que conta a história da produção daquele que é considerado o pior filme de todos os tempos, The Room, resolvi passar pela experiência de conferir a produção original e descobrir se o filme é realmente tão desastroso quanto se espalha por aí ou se havia algum tipo de exagero promocional. Pois bem, qualquer defeito que se atribua a este filme será totalmente verdadeiro. Não importa qual seja. Se assistir ao filme mais de uma vez, provavelmente a lista de problemas vai aumentar. O diretor, produtor, roteirista e estrela do filme, Tommy Wisaeu, conseguiu falhar, miseravelmente, em todos os quesitos.

Confira a nossa lista dos piores filmes de 2017

O filme é tão ruim que se tornou cultuado pelos fãs de filmes trash, e a produção de O Artista do Desastre recebeu o Globo de Ouro de melhor ator de drama ou musical, para James Franco:

Este monumento à incompetência, esta ode à ruindade, custou US$ 6 milhões (cerca de R$ 20 milhões), portanto, o problema não foi orçamentário. De certa forma, é preciso muito talento para reunir tantos atores incompetentes, que entregam atuações ridículas, um diretor de fotografia que faz planos sem sentido, uma montagem que mais parece de vídeo amador, direção de arte de nível de seriado B dos anos 1960, além, é claro, do roteiro e da direção assinadas pelo próprio Tommy Wiseau.  The Room tem um argumento fundamentalmente misógino, machista, sexista e muito, muito raso em sua visão de mundo.

Essa comédia involuntária tinha a intenção de ser um drama autobiográfico sobre a derrocada de um homem bom e honesto, cuja vida foi destruída pela infidelidade de seu amor. Numa clara tentativa de emular a linguagem narrativa de Woody Allen (na sua fase mais dramática, nos anos 1980), The Room resulta em uma mistura de novela mexicana, episódio de Seinfield e soft porn ruim do antigo Cine Privê (ou da madrugada do Multishow e do Cinemax, para os mais jovens).

As sequências nonsense e os diálogos toscos são de tamanha quantidade e variedade que tive muitas dificuldades em escolher as cinco piores cenas de The Room. Eis o meu resultado:

 

5- Johnny, Danny, Mark e Peter saem para jogar futebol americano de smoking pouco antes da sessão de fotos do casamento

Já que está todo mundo bem vestido, porque não bater uma bolinha, não é mesmo?

 

4- A montagem das lembranças de Johnny na sequência final

Os flashes das cenas de sexo mal filmadas são hilários. Algo muito apropriado para uma cena de suicídio.

 

3- A briga entre Johnny e Mark na festa de aniversário

Uma cena de ação de dar inveja aos filmes de Uwe Boll.

 

2- Todas as cenas de sexo

Não são nem eróticas nem românticas, mal filmadas e com a trilha mais brega que você puder imaginar.

 

1- O diálogo em que a mãe de Lisa revela à filha que têm câncer de Mama

Nada mais normal que, durante um chá, falar que recebeu os exames e que tem câncer de mama, para depois continuar aconselhando a filha a casar por dinheiro e esquecer do assunto pelo resto do filme!

 

Você pode conferir essa pérola completa, com legenda, no YouTube:

 

 

E você, já tem seu TOP 5 de cenas non sense de The Room? Conte-nos nos comentários!

Not rated yet!

The Room

Overview

Metadata
Director Tommy Wiseau
Writer Tommy Wiseau
Author
Runtime
Release Date 27 junho 2003

Nota do Razão de Aspecto

 

O que você achou?

 
[Total: 3    Média: 2/5]