Paddington 2 (2017) – Carisma, Magia e Inglaterra – Crítica
Paddington 2

Paddington 2 é uma simpática aventura com alguns elementos que tornam o longa uma obra pra lá de considerável. A partir de uma magia infantil, o filme abusa, no melhor sentido, do carisma do personagem título e da ótima técnica.

Com uma eficaz apresentação do personagem, o longa traz até o interesse de quem não viu o primeiro (mas ele tem na Netflix, então vale conferir). Nessa abertura já vemos a dinâmica do gracioso ursinho e como ele é querido pela vizinhança em passagens dinâmicas, engraçadas e funcionais.

Paddington 2

A chave aqui é uma mistura de simplicidade com apuro. A narrativa por vezes pega emprestada a inocência do protagonista. E como tal, permite um olhar carinhoso. Ao passo que a interação CGI/live action é perfeita. Compramos fácil a existência do urso falante, um pouco pelo refinamento e um pouco pelo ar lúdico da trama. Tal qual os personagens do filme “esquecemos” que ele é um urso que fala.

Tom lúdico que vemos, por exemplo, na prisão. Ao invés de um ar pesado e soturno como é próprio do local, há um figurino especial, doces e dança. Tudo com sentido narrativo e ajudando na construção do clima geral.

A exploração do espaço de Londres é exemplar. Além da passagem por algum marcos turísticos, o visual é tão delicado que você se pergunta como uma animação tem esse nível, mas aí lembra que está em live action. A sutileza da neve caindo discretamente do lado de fora de uma cabine telefônica vem como contraponto perfeito para a energia da sequência dos trens.

Paddington 2

Há uma belíssima cena onde Paddington se projeta em um livro e sonha com um encontro com a tia. Na provável cena mais emocionante do filme, temos linhas de diálogos que poderão arrancar até lágrimas, além da brincadeira com o formato pop up do livro.

Apesar da fisicalidade dos atores estar indicando boas atuações, Hugh Grant por exemplo está solto como vilão perturbado e decadente, infelizmente só encontrei sessões dubladas, o que impede um real olhar para as composições – lamentável que as distribuidoras só contemplem esse tipo e não versões originais.

Paddington 2

A trilha combina perfeitamente com o tom aventuresco e fabulesco. Os figurinos coloridos e variados, não à toa o urso tem um chapéu vermelho e um casaco azul, idem. O design de produção é rico e detalhado.

O BAFTA, principal prêmio britânico, elegeu Paddington 2 em três categorias: melhor ator coadjuvante para Grant, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Filme Britânico, que concorre na mesma categoria de O Destino de Uma Nação, por exemplo. O encanto da terra da rainha pelo querido urso (que já faz sucesso há anos em livros infantil) é plenamente justificável… Quero Paddington 3, Paddington 4, Paddington 5….

Not rated yet!

Paddington 2

Overview

Após ser adotado pela família Brown, Paddington ganhou muita popularidade na comunidade de Windsor Gardens. No aniversario de 100 anos de sua tia Lucy, esse simpático ursinho sai em busca do presente perfeito e acaba encontrando um livro único na loja de antiguidades do senhor Gruber. Paddington se submete a uma série de trabalhos bizarros para poder comprá-lo, e quando o livro é roubado, ele e sua família farão de tudo para encontrar o ladrão.

Metadata
Director Paul King
Writer
Author
Runtime
Country  France United Kingdom
Release Date 10 novembro 2017

Nota do Razão de Aspecto

 

O que você achou?

 
[Total: 2    Média: 3.5/5]