Motorrad (2018) – Muito barulho por nada – Crítica
Motorrad

O longa Motorrad tenta fazer algo. Sim, é com esse grau de precisão que vou iniciar o texto, pois foi exatamente com uma gigante interrogação que fiquei ao assistir e pensar sobre este filme. Um grupo de jovens, nas respectivas motos, saem pra curtir em uma região afastada. De repente eles são atacados por um grupo misterioso que começa a perseguir nossos heróis. Fatos estranhos passam a circular aquele pessoal e é isso.

Um ar sobrenatural (que sinceramente estou na dúvida se se concretiza ou não) perpassa aquele universo. Mas é um climinha tão mal feito que a dúvida também é por conta disso. Pessoas surgem e somem do nada, talvez se teletransportam, uma marca misteriosa dá as caras e até a fotografia lavada é supostamente para criar uma ambientação no gênero. Mas tudo feito de forma inócua ou extremamente inovadora que um dia vou entender…

Motorrad

O que ainda não entendi, e acho que nunca vou, foi como se importar com os personagens. São tão genéricos que estão abaixo do esteriótipo. Em alguns filmes ruins os personagens tem ao menos uma camada, aqui nem isso.

De bom, temos apenas que o filme não oculta a violência gráfica (e olha que esse é um ponto que alguns não vão considerar bom…). O porém é que fica, aparentemente gratuito. E por não nos importamos pelos personagens, não havia para quem torcer ou mesmo se importar pra onde a cabeça de fulano rolava…

A trilha é um barulho. Alguém conta para o responsável por Motorrad que às vezes menos é mais. E o pior: com frequência é repetido um cessar sonoro que torna a coisa ainda mais maçante. É quase um jumpscare às avessas (ah, mas fiquem tranquilos que o jumpscare “normal” também está presente). Vale o comentário: a coisa é tão maluca que quando vi o filme estava uma chuva tão forte que ouvimos dentro da sala. Estou até agora na dúvida se choveu mesmo ou se foi um efeito sonoro do filme.

Se você sentir que algo não fez sentido, que as coisas parecem fora lugar, a montagem (junto com a direção obviamente), pode levar a culpa. Erros grotescos de continuidade e um amadorismo que assusta vindo de um montador tão competente como o Lucas Gonzaga.
É possível que seja uma metáfora tão bem elaborada que não atingi… fica a dúvida.

Eu pensei em reclamar do excesso de momentos clipescos. Aquele típico visto no longa Águas Rasas. Momentos esses que ficam maneiros para os amantes de motos em um vídeo no youtube. Porém a coisa ficou tão menor diante do desastre do resto que nem vale a pena…

Sem dar spoiler, o final tem um mérito: coerência. Não uma coerência por si, mas em forma de síntese de todos os defeitos apontados. Enfim, Motorrad é uma tentativa de algo.

Not rated yet!

Motorrad

Overview

Metadata
Director Vicente Amorim
Writer
Author
Runtime
Country
Release Date 7 setembro 2017
Actors
Starring: —

Nota do Razão de Aspecto

 

O que você achou?

 
[Total: 2    Média: 2.5/5]