Duas de Mim é o exemplo errado de como construir uma narrativa de humor.

O filme de Cininha de Paula – atriz e diretora com ampla experiência em televisão, mas estreante em longas para o cinema – entrega um material raso em vários níveis. A premissa é batida: uma mulher atarefada que precisaria de 48 horas para dar conta de tudo e consegue um duplo (in)desejado. E tecnicamente há pouco a ser dito, sendo muito similar a recursos televisivos básicos.

A protagonista Suryellen (Thalita Carauta) transita entre a vida pessoal, familiar e trabalho. Em uma primeira vista poderíamos achar que isso significa camadas. Mas o roteiro apenas delineia os caracteres da personagem.

Em casa, os três outros personagens estão ali para uma piada ou para cumprir tabela. A mãe dela é uma parasita que fica em frente à TV. A irmã mais nova uma pós-adolescente que não trabalha. Por mais que existam pessoas assim, o filme não desenvolve a relação delas e entrega cenas do nível: “você não pagou a conta de luz?” e logo em seguida a luz da casa apaga.

O filho está com problemas na escola e saudade do pai ausente. Pense no filme sem essa questão pai-filho. Ele funcionaria? Sim… o que o arco acrescenta? Praticamente nada… então por que manter? Está lá simplesmente para esticar uma história vazia.

No trabalho no restaurante temos a vilã do filme, o interesse amoroso e a amiga confidente. Novamente os tipos básico deste gênero. E aqui temos o supra sumo da criatividade do filme: o cantor Latino fazendo um personagem que é o sósia do Latino…. (e eu tenho certeza que muitos vão rir disso).

Se o humor é tolo (vou colocar exemplos piores ainda), o mote principal, o bolo dos desejos, é preguiçoso. Do nada aparece uma feiticeira com vendendo guloseimas. Entre eles uma fatia do bolo mágico. Momento este que a protagonista deseja “Duas de Mim” – olha que legal, o título citado….

A contraparte dela é mais desenvolta e claro gera um conflito – conflito que tem linhas só na superfície, já que é frouxo e com um desenvolvimento e desfecho patéticos. A coisa passa por piadas com anão, flatulência e sexo (eu falei que ia piorar…).

Cercado de conveniências, momentos absurdos – até para uma comédia- e sendo uma globochanchada de Como Nossos Pais, Duas de Mim se iguala a: Amor. com, Ninguém Entra Ninguém sai e Gostosas Lindas e Sexies como o que o Brasil entrega de pior no cinema.

OBS: antes que falem que cinema brasileiro não presta ou que ele é só isso, vejam a nossa cobertura do Festival de Brasília ou então longas como: Comeback, Aquarius, Deserto, Soundtrack

Duas de Mim

Overview

Um mulher atarefada consegue se clonar, mas as coisas saem do controle. E tem o Latino também...

Metadata
Diretor Cininha de Paula
Roteiro
Duração
País
Actors
Estrelando: —

Nota do Razão de Aspecto

 

O que você achou?

 
[Total: 0    Média: 0/5]