Festival de Sundance: A Morte de Stalin (The Death of Stalin, 2017) – Crítica

Dirigido pelo Italiano Armando Iannuci, A Morte de Stalin surpreende com abordagem original da sucessão de Josef Stalin na União Soviética, em 1953. Quando se trata de uma sobre a Guerra Fria, esperamos por um thriller político, um filme de espionagem ou um épico de guerra, mas Ianucci escolheu a comédia para contar sua história.  Não se trata de comédia escrachada ou pastelão, mas de comédia situacional, que explora o terror do regime stalinista em situações quase absurdas e cômicas, mas realistas, e os bastidores da sucessão, com a disputa entre Beria e Kruschev pelo poder na União Soviética.

Com grandes atuações de Steve Buscemi, como Kruschev, Jeffrey tambor, Como George Malenkov e Simon Russel Beale, como Beria, com um grande trabalho de pesquisa e com direção de arte estupenda, A Morte de Stalin é um sopro de inteligência no cinema de gênero.

Produzido pela HBO, o o filme deve chegar ao Brasil ainda em 2018.

Confira os vídeos da cobertura do Festival de Sundance 2018 pelo Conexão Sundance.
Dia 1 – Abertura
Dia 2 – Prévia de  Private Life Original Netflix
Dia 3- Morte deStalin, Piercing

 

Posts relacionados
bafta
  • 18 fev 2018
  • 0
O Bafta é o principal prêmio da indústria do cinema britânico, em linhas gerais é o Oscar de lá. Aqui no Razão de Aspecto você...
  • 14 nov 2016
  • 4
Sob Pressão talvez ficasse melhor em uma série pra TV… mas no fim das contas entrega um bom material. Gênero: Drama Direção: Andrucha Waddington Roteiro:...
  • 10 jan 2017
  • 0
A densidade das relações humanas  neste provável indicado ao Oscar Gênero: Drama Direção: Kenneth Lonergan Roteiro: Kenneth Lonergan Elenco: Casey Affleck, Lucas Hedges, Michelle Williams, Joe Chandler, Gretchen Mol,...