Antes que eu Eu Vá (Before I Fall, 2017) – Cinema em um Parágrafo

Antes que Eu Vá chega aos cinemas brasileiros pouco mais de dois meses depois da première no Festival de Sundance 2017 . O filme começa anunciando a morte da protagonista, a adolescente Sam. A partir de então, acompanhamos todo o seu último dia de vida até que… ela acorda novamente em sua casa. Basicamente, temos a mesma premissa de o Feitiço do Tempo. Neste caso, a personagem revive continuamente seu último dia de vida, e não há nada de cômico na narrativa.  Se, na primeira parte, acompanhamos o clichês de filmes de adolescentes malvadas, a sequência da repetição do último dia de desenvolve a complexidade das personagens e nos mostra que nada é tão simples quanto parece. Infelizmente, o desfecho acaba sendo previsível e com uma “moral da história” muito expositiva. Antes que Eu Vá não é nenhuma obra prima do cinema, mas cumpre relativamente bem sua função como drama adolescente. Como pontos fortes, a  interpretação de Zoey Deutch tem a carga dramática necessária. Como ponto fraco a direção é apenas regular. O Razão de Aspecto discutir Antes que Eu Vá no vídeo do dia 3 do Festival de Sundance 2017. Nota 3,5/5. Confira:

 

 

Quer mais Festival de Sundance 2017? Confira?

 

Dia 2

Dia 4

Dia 5

 

Posts relacionados
  • 5 fev 2016
  • 0
Interestelar é um filme que muita gente gosta (e o Nolan é o Caetano dos cineastas – mesmo quando erra o povo idolatra). Eu gostei...
  • 12 maio 2017
  • 0
Esta é a terceira parte do especial do Razão de Aspecto sobre o Rei Arthur no cinema e na TV.  A primeira parte você encontra...
  • 6 jan 2017
  • 0
Um filme bastante humano sobre um homem das exatas. Não deixe a sinopse de O homem que viu o infinito desencorajar você: embora se trate da...