OS 10 MELHORES FILMES DE 2016

Chegamos ao fim de 2016, e agora é hora de divulgar a nossa já tradicional lista do TOP 10 2016! Este foi um ano em que a indústria cinematográfica nos premiou com grandes produções, alguns excelentes filmes, algumas decepções e um número tão grande de filmes ruins que fica até difícil tentar fazer uma lista dos piores do ano – que será publicada, pela primeira vez, pela equipe do Razão de Aspecto!

Nós, do Razão de Aspecto, assistimos cerca de 200 filmes de 2016.  A briga pelas 10 primeiras posições foi dura como teria de ser para uma lista elaborada por quatro pessoas! Como em qualquer lista, sempre há um grau relevante de subjetividade. Somos influenciados pelas nossas preferências de gênero, estilo e estética, mas, como críticos, tentamos alcançar o maior nível possível de objetividade. Nossa lista final contempla todas as variáveis envolvidas no debate da nossa equipe. Nenhum dos membros deixou de indicar um filme de sua preferência, e várias outras produções foram escolhidas por mais de um membro da equipe!
Não podemos deixar de esclarecer os critérios para a elaboração da lista. Achismo? Chute? Memória Curta? Mau gosto? Todos eles somados? Nada disso, nossa lista se fundamentou nos seguintes princípios:
a) consideram-se somente filmes lançados mundialmente em 2016;
b) consideram-se somente filmes lançados comercialmente no Brasil, em 2016;
c) consideraram-se filmes de todas as origens geográficas, línguas, gêneros e temas.
Chegamos a uma lista muito diversa, com 1 filme francês, 1 filme chileno, 1 filme brasileiro, 2 filmes coreanos, 1 filme irlandês e 4 filmes estadounidenses!
O grande efeito colateral dos nossos critérios de avaliação é a exclusão dos filmes que disputaram o Oscar 2016. Infelizmente, esses filmes são produções de 2015, que foram lançadas comercialmente, no Brasil, apenas no primeiro trimestre deste ano. Mas não fique triste, se você quiser saber nossa opinião sobre os filmes do Oscar 2016, o Razão de Aspecto fez críticas sobre todos eles, que podem ser encontradas aqui!
Sem mais delongas, vamos, finalmente, à nossa lista começando, pelas menções honrosas: Campo Grande, Boi Neon e Big Jato, do Brasil; Capitão América: Guerra Civil, Doutor Estranho e Deadpool, dos EUA; Elle, da França, Amor e Amizade, do Reino Unido; O Nascimento de Uma Nação, dos EUA; e Paulina, da Argentina.Vejam também as nossas listas dos melhores de 2015 e 2014
E a dos 10 piores filmes de 2016
Opinem, comentem, discordem, indiquem a sua lista dos melhores filmes de 2016. Depois de publicada, a lista é de vocês, leitores, e esperamos que seja útil!
———————————-
Começamos a nossa lista com o representante francês. Um dos favoritos de Lucas Albuquerque, Chocolate tem uma mensagem forte sobre a hipocrisia da sociedade francesa, o racismo, a discriminação e o preconceito social. O filme tem atuações irrepreensíveis de Omar Sy e do neto de Charles Chaplin!Trata-se de uma história real , a jornada de um homem que, por quase um século, caiu no esquecimento, que foi discriminado e humilhado per tentar-se igualar à sociedade que se dispunha a pagá-lo para que fosse um entretenimento baseado em esteriótipos racistas. Um século depois da morte de Rafael Padilla, infelizmente, o mundo não mudou tanto quando se poderia imaginar.

Leia a nossa crítica aqui.

O Chileno Pablo Larraín é um diretor talentoso, dos melhores diretores latino-americanos da atualidade, juntamente com os argentinos Pablo Trapero e Juan José Campanella. Em Neruda, o diretor faz mais um grande trabalho. Para além de uma cinebiografia convencional, Neruda traz um pouco da vida do poeta chileno Pablo Neruda de um jeito que beira e transborda o realismo fantástico. Um jogo de gato e rato metalinguisticamente lúdico com criador e criatura em uma relação dialética. Luis Gnecco e Gael García Bernal imprimem um humor variado às figuras que eles representam.
Leia a nossa crítica aqui.
Os irmãos Ethan e Joel Coen têm uma filmografia na qual é muito difícil identificar um filme ruim – pelo contrário, é bastante trivial encontrar filmes acima da média, entre eles Fargo, Onde os fracos não têm vez e O Grande Lebowski, para ficar apenas em três. Ave, César! foi lançado no início de 2016 e ignorado pela temporada de premiações, mas é um filme de altíssimo nível, entre os favoritos de de Daniel Guilarducci e Aniello Greco.

Leia a nossa crítica aqui.

Para além dos debates ideológicos que envolveram o lançamento do filme, como obra cinematográfica, Aquarius é um filme para marcar época, para fazer escola, para tornar-se uma das mais importantes realizações do cinema brasileiro. Depois do maravilhoso O Som ao Redor, Kleber Mendonça Filho comprova ter domínio total, completo e absurdo da linguagem cinematográfica, com um roteiro sofisticado, direção sutil e, ao mesmo tempo, sempre presente, e um desenvolvimento narrativo envolvente. Por isso, um dos favoritos de Maurício Costa é o representante brasileiro na nossa lista.

Leia a nossa crítica aqui.

Primeiro longa coreano na nossa lista, Invasão Zumbi é um dos favoritos de Aniello Greco, Maurício Costa e Lucas Albuquerque. É um filme de zumbi completo. Temos atos de heroísmo, cenas de ação e sanguinolência, cenas de pavor e aparente morte inevitável, luto pela morte de companheiros, sacrifícios heroicos, e sobretudo o tema mais central de todo cinema zumbi: como pessoas expostas a situações extremas podem revelar o seu pior, e seu melhor, e ir além do humano cotidiano. Certamente, o melhor filme do gênero na última década, e uma grande surpresa de 2016.

Leia a nossa crítica aqui.

O Lamento é o melhor filme de terror do século XXI. Outra surpresa coreana de 2016. Infelizmente, foi lançado no Brasil sem alarde e em poucas salas. Se tiver a oportunidade de assisti-lo, não hesite. Trata-se de um filme perturbador e genial ao mesmo tempo. O segundo representante coreano é um dos favoritos de Maurício Costa e Aniello Greco.
Leia a nossa crítica aqui.
Sing Street é um Stranger Things musical, que evoca a mesma sensação de nostalgia dos anos 1980, porém, sem a ficção científica. Um garoto forma uma banda por conta de um amor platônico. O roteiro é clichê, portanto previsível… e por isso delicioso. Referências musicais, sonoras e visuais pulam na tela a todo instante e não fazem apenas pano de fundo para a narrativa, elas SÃO a narrativa. Um filme otimista e gostoso de se ver. Um dos favoritos de Daniel Guilarducci, Maurício Costa e Lucas Albuquerque.
Leia a nossa crítica aqui.
Se O Lamento é o melhor filme de terror do século XXI, por que A Bruxa aparece em terceiro lugar na nossa lista? Simples: A Bruxa transcendeu o gênero de terror e se mostrou um filme completo, uma preciosidade de técnica cinematográfica. Embora tenha sido mal compreendido pelo público, trata-se de um dos filmes mais inovadores e inteligentes dos últimos anos. Um dos favoritos de Maurício Costa, Daniel Guilarducci e Aniello Grecco.
Leia a nossa crítica aqui.
Capitão Fantástico faz pensar, rir, chorar e se emocionar das mais variadas formas. Com simplicidade, sem floreios narrativos, Matt Ross executou uma obra prima do cinema independente, com grandes chances de indicação de Viggo Mortensen para o Oscar de Melhor Ator. Um filme imperdível. O favorito de Maurício Costa.

Leia a nossa crítica aqui.

É impossível sair indiferente da sessão de A ChegadaOs impactos são múltiplos e avassaladores: visual, direção, interpretações, roteiro, fotografia, montagem e trilha convergem para um resultado capaz de mobilizar o público de forma inigualável.  Para além do alcance emocional, A Chegada trata de questões atuais, de forma universal. Talvez essas questões sempre tenham sido atuais na história da humanidade: o medo do desconhecido, a dificuldade de se comunicar com o próximo, a reação agressiva e odiosa ao diferente, o ataque como melhor defesa, a falta de alteridade de muitos e a empatia de muitos outros seres humanos. Tudo isso fez de A Chegada um consenso da equipe do Razão de Aspecto como melhor filme de 2016.
Leia a nossa crítica aqui.
————-
Gostou da nossa lista? Concorda, discorda? Coloque sua lista nos comentários!
Posts relacionados
  • 4 jun 2018
  • 0
AVISO !!! ESTE TEXTO CONTÉM SPOILERS DO  SÉTIMO EPISÓDIO DA SEGUNDA TEMPORADA DE WESTWORLD  ——— xxx ———- As análises dos episódios anteriores podem ser encontradas aqui....
  • 8 dez 2016
  • 0
DIVULGADA HOJE PELA UNIVERSAL PICTURES, PRÉVIA APRESENTA MAIS MISTÉRIO DO QUE ROMANCE     A Universal acaba de divulgar, em lançamento mundial, o novo trailer de Cinquenta Tons...
  • 25 fev 2017
  • 0
Neste domingo, às 21h , teremos a cerimônia da entrega dos Oscars de 2017. Como ocorrerá em pleno domingo de carnaval, a Rede Globo não irá...