Netflixing: TOO LATE (2015) – Cinema em um parágrafo

 

Too Late causa uma primeira impressão confusa. Nos primeiros minutos, parece um filme trash, pretensioso e mal executado. Uma imitação barata de filmes policiais dos anos 70. De repente, um evento muda toda a perspectiva, e o espectador é jogado na narrativa de um noir moderno. Está tudo lá: o protagonista anti-herói bizarro, a mulher de caráter duvidoso, o antagonista mórbido, a atmosfera sombria e o cenário completo do submundo, neste caso, de Los Angeles. Tudo isso reunido em uma história de crime contada de forma não linear, que consegue surpreender. A bizarrice fica completa com as interpretações, que são propositalmente grandiloquentes – isso pode incomodar. Se você gosta de se arriscar com filmes diferentes, este é o certo pra você. Nota 3,5/5.Para mais cinema em um parágrafo de filmes da Netflix:

Blue Jay

A História Real de um Assassino Falso

7 Años

Posts relacionados
  • 12 fev 2017
  • 0
A Tartaruga Vermelha está indicado ao Oscar de Melhor Animação. Gênero: Animação Direção: Michael Dudok de Wit Roteiro: Michael Dudok de Wit, Pascale Ferran Produção:...
  • 17 dez 2017
  • 4
É inevitável. Depois de todo lançamento de um filme da franquia Star Wars, acabamos comparando o novo com o velho. Os últimos Jedi é uma continuação digna...
  • 7 mar 2017
  • 1
Personal Shopper é pior que Crepúsculo…. Gênero: Drama Direção: Olivier Assayas Roteiro: Olivier Assayas Elenco: Abigail Millar, Anders Danielsen Lie, Audrey Bonnet, Aurélia Petit, Benjamin...