Netflixing: TOO LATE (2015) – Cinema em um parágrafo

 

Too Late causa uma primeira impressão confusa. Nos primeiros minutos, parece um filme trash, pretensioso e mal executado. Uma imitação barata de filmes policiais dos anos 70. De repente, um evento muda toda a perspectiva, e o espectador é jogado na narrativa de um noir moderno. Está tudo lá: o protagonista anti-herói bizarro, a mulher de caráter duvidoso, o antagonista mórbido, a atmosfera sombria e o cenário completo do submundo, neste caso, de Los Angeles. Tudo isso reunido em uma história de crime contada de forma não linear, que consegue surpreender. A bizarrice fica completa com as interpretações, que são propositalmente grandiloquentes – isso pode incomodar. Se você gosta de se arriscar com filmes diferentes, este é o certo pra você. Nota 3,5/5.Para mais cinema em um parágrafo de filmes da Netflix:

Blue Jay

A História Real de um Assassino Falso

7 Años

Posts relacionados
  • 2 fev 2017
  • 1
Armas na Mesa vale mesmo pela protagonista otimamente encarnada por Jessica Chastain.   Ficha técnica: Gênero: Drama Direção: John Madden Roteiro: Jonathan Perera Elenco: Alexandra Castillo,...
  • 27 jan 2017
  • 0
Roubos de trens, pai e filho tentando se entender,  um thriller irlandês e um escritor como protagonista.  Sundance é só filme bom !    ...
  • 1 jun 2015
  • 0
Caros leitores, o desafio de 400 filmes em 2015 continua firme e forte. Em maio, foram 32 filmes em 31 dias contra 42 filmes em...