Especial de 22 de novembro – Dia do Músico: Os melhores filmes e séries musicais do NETFLIX
Hoje é o dia do músico, e para não deixar passar esta data em branco, o Razão de Aspecto vai indicar para vocês o que há de melhor na categoria Música e Musicais no acervo da Netflix brasileira.
E ninguém melhor para isto do que eu, Aniello Greco, que detesto musicais. Tenho sérios problemas de apreciar um filme onde os personagens param a interpretação “normal” e começam a cantar. É um problema meu, pessoal, e não um defeito do gênero. Então, sabendo disto, se um musical consegue me agradar, é porque algo de muito, muito bom está lá.
Então aqui vai a minha lista das 5 melhores escolhas na categoria Música e Musicais no Netflix hoje:
1- O estranho mundo de Jack:


É musical, é infantil, é animação. Três categorias que normalmente me colocam de pé atrás por gostos pessoais. E mesmo assim é um dos filmes que não canso de assistir. Uma das melhores obras do Tim Burton, onde uma animação stop motion primorosa combinada com um roteiro extremamente criativo e uma excelente trilha  sonora criaram uma história gótica de natal, a ser apreciada por crianças de todas as idades. Eu adoraria ter um Zero de pelúcia. Nota: 5/5.
2- The Rocky Horror Picture Show


Pegue um grupo de excelentes atores (Tim Curry, Susan Saradon, Barry Bostwick), coloque-os em um cenário utilizado em diversas produções da Hammer Film Production, e faça um musical que mistura o visual e clichês dos filmes B de ficção científica e terror dos anos 40-60 com o estilo visual e musical das grandes bandas de rock dos anos 70, e temos uma receita para uma das melhores  e mais bizarras paródias do cinema. O excesso, a exuberância e a sexualidade dos anos 70 pode incomodar alguns caretas e puritanos, mas quem se importa com eles? Nota 5/5

3- Buena Vista Social Club


Não propriamente um musical, mas um documentário repleto de músicas e musicalidade. Dirigido pelo mestre Win Wenders, o filme retrata as dificuldades de reunir um grupo de músicos cubanos para gravar um álbum e duas apresentações ao vivo, uma em Amsterdam e outra em Nova Iorque, em uma época onde o embargo comercial com Cuba ainda vigorava com plena força. As dificuldades políticas, econômicas e sociais superadas pelo amor a música, em um documentário singelo, tocante e edificante. Nota 5/5.

4- We are the Twisted Fucking Sister


Mais um documentário na lista. Por meio de entrevistas e cenas de época, Andrew Horn reconta a história do início da carreira da banda de glam metal Twisted Sister. O que dá um charme especial ao documentário é o retrato da época onde o metal era de subúrbio, marginal, dando um clima de garagem, de rock de improviso e garra, muito antes da banda estourar como uma das lendas do rock dos anos 80. Nota 4/5.

5- The Get Down


Uma das séries mais caras de todos os tempos e a produção mais cara já feita pelo Netflix. Graças à qualidade da reprodução de época, à qualidade das interpretações e dos roteiros, e principalmente ao carinho e à legitimidade com que Baz Luhrmann (o mesmo diretor de Moulin Rouge!) abordou o tema do cenário da cultura hip-hop no Bronx dos anos 70, esta série é uma das melhores séries do ano. E olha que é um branquelo brasileiro de classe média elogiando a produção de um branquelo australiano sobre hip-hop. Eu detesto hip-hop, e mesmo assim aguardo ansiosamente a continuação da série. Só não está no topo da lista por ser uma obra ainda inacabada, mas, por enquanto, merece nota 5/5.

Como toda lista, com certeza algumas obras foram deixadas de lado. Muitos reclamarão de não terem sido citados filmes como Chicago ou o excelente documentário What happened, Miss Simone?. Mas peço a compreensão de todos, nunca é fácil escolher apenas 5. De qualquer forma, críticas e sugestões de inclusões são bem vindas em nossos comentários.
Posts relacionados
  • 26 jan 2017
  • 0
  Casais brigam, prisioneiros amam, índios são mortos  e um favorito  desponta no dia 6 de Sundance!     BAND AID EUA Mostra competitiva de...
  • 19 maio 2017
  • 0
Corin Hardy irá dirigir o mais recente filme do universo aterrorizador da franquia “Invocação do Mal”  O cineasta James Wan, dos filmes de terror “Invocação...
  • 29 maio 2015
  • 0
  Gênero: Ação Direção: George Miller Roteiro: Brendan McCarthy, George Miller, Nick Lathouris Elenco: Abbey Lee, Angus Sampson, Charlize Theron, Coco Jack Gillies, Courtney Eaton, Debra Ades, Greg van Borssum,...