QUEM SERÃO OS VENCEDORES DO FESTIVAL DE BRASÍLIA? CONHEÇA AS APOSTAS DO RAZÃO DE ASPECTO!

Maurício Costa e Lucas Albuquerque fazem suas apostas para Mostra Competitiva e a Mostra Brasília. Nos longas, Os favoritos são “Deserto” e “Cora Coralina, Todas as Vidas”. Nos curtas, “Quando os dias eram eternos” e “Rosinha” lideram a disputa.

————————————————————————–

 

Maurício Costa1- Mostra Competitiva

Filme de
longa-metragem

Melhor Filme de longa-metragem – Deserto

Melhor Direção – Deserto
Melhor Ator – Anderson Tikune – Antes o tempo não acabava
Melhor Atriz – Magali Biif – Deserto
Melhor Ator Coadjuvante – Marcio Rosário, Deserto
Melhor Atriz Coadjuvante – Cida Moreira, Deserto
Melhor Roteiro – Deserto
Melhor Fotografia – Deserto
Melhor Direção de Arte – Deserto
Melhor Trilha Sonora – Antes o tempo não acabava
Melhor Som – Rifle
Melhor Montagem – Deserto
Filme de curta ou média-metragem
Melhor Filme de curta ou média – Quando os dias eram eternos
Melhor Direção – Marcus Vinicius Vasconcelos – Quando os dias eram eternos
Melhor Ator – Renato Novais Oliveira – Constelações
Melhor Atriz – Lia Ribas, Estado Itinerante
Melhor Direção de Arte – Quando os dias eram eternos
Melhor Roteiro – Constelações
Melhor Fotografia – Procura-se Irenice
Melhor Montagem – Procura-se Irenice
Melhor Trilha Sonora – Quando os dias eram eternos
Melhor Som – Ótimo amarelo
2- Mostra Brasília -Troféu Câmara
Legislativa do Distrito Federal – Júri Oficial

Melhor Filme de longa-metragem: Cora Coralina, todas as vidas
Melhor Filme de curta-metragem: Rosinha
Melhor Direção: Renato Barbieri – Cora Coralina, todas as vidas
Melhor Ator: Andrade Jr – Rosinha
Melhor Atriz: Zezé Mota – Cora Coralina, todas as vidas
Melhor Roteiro: Cora Coralina, todas as vidas
Melhor Fotografia: Cícero Dias, Compadre de Picasso
Melhor Montagem: sem voto
Melhor Direção de Arte: Cora Coralina, todas as vidas
Melhor Trilha Sonora: Cora Coralina, todas as vidas
Melhor Edição de Som: Cora Coralina, todas as vidas

——————————————————————————

Lucas Albuquerque
1- Mostra Competitiva
Filme de longa-metragem

Melhor Filme de longa-metragem – Deserto
Melhor Direção – Guilherme Webber – Deserto
Melhor Ator – Lima Duarte – Deserto
Melhor Atriz – Magali Biff – Deserto
Melhor Ator Coadjuvante – Márcio Rosário – Deserto
Melhor Atriz Coadjuvante – Cida Moreira – Deserto
Melhor Roteiro – Deserto
Melhor Fotografia – Deserto
Melhor Direção de Arte – Deserto
Melhor Trilha Sonora – Antes o Tempo Não Acabava
Melhor Som – Antes o Tempo Não Acabava
Melhor Montagem – Deserto

Filme de curta ou média-metragem

Melhor Filme de curta ou média-metragem – Quando os Dias Eram Eternos
Melhor Direção – Marcus Vinicius Vasconcelos – Quando os dias eram eternos
Melhor Ator – Renato Novais Oliveira – Constelações
Melhor Atriz – Lira Ribas – Estado Intinerante
Melhor Roteiro – Constelações
Melhor Fotografia – Procura-se Irenice
Melhor Direção de Arte – Quando os Dias Eram Eternos
Melhor Trilha Sonora – Quando os Dias Eram Eternos
Melhor Som – Ótimo Amarelo
Melhor Montagem – Procura-se Irenice

2 – Mostra Brasília -Troféu Câmara Legislativa do Distrito Federal – Júri Oficial

Melhor Filme de longa-metragem: Cora Coralina, todas as vidas

Melhor Filme de curta-metragem: Rosinha
Melhor Direção: Renato Barbieri, Cora Coralina, todas as vidas
Melhor Ator: Sem voto
Melhor Atriz: Zezé Motta Cora Coralina – Todas as Vidas
Melhor Roteiro: Rosinha
Melhor Fotografia: Cora Coralina, todas as vidas
Melhor Montagem: Cora Coralina, todas as vidas
Melhor Direção de Arte: Cora Coralina, todas as vidas
Melhor Edição de Som: Cora Coralina, todas as vidas
Melhor Trilha Sonora: Cora Coralina, todas as vidas

Posts relacionados
  • 15 jan 2018
  • 0
Suspense estreia no dia 12 de abril, distribuído pela Paramount Pictures Uma família tenta se manter em total silêncio para sobreviver à ameaça que ronda a...
  • 21 set 2016
  • 0
Quem esteve presente à noite de abertura do 49º FESTIVAL DE BRASÍLIA DO CINEMA BRASILEIRO, ocorrida ontem, terça-feira, 20 de setembro, assistiu a diálogo fotográfico...
  • 14 jul 2014
  • 0
Com o devido atraso provocado por alguns contratempos pessoais e pela Copa do Mundo, volto ao Razão de Aspecto. Só mesmo o cinema (e a...