10 FILMES DO NETFLIX BRASIL PARA COMEÇAR A ENTENDER O AMOR
Este é o primeiro texto de série temática sobre filmes disponíveis no NETFLIX Brasil. Para começar, nenhum tema será mais relevante que o amor, considerando que o amor e as paixões que causa movem a humanidade desde os tempos mais remotos de sua existência. Infelizmente, a limitação do catálogo do NETFLIX Brasil não permitiu a inclusão de três dos mais importantes filmes sobre a amor já realizados: Manhattan e Annie Hall, de Woody Allen, e Antes do Amanhecer, de Richard Linklater.
A lista abaixo procura refletir o que há de melhor sobre o amor no catálogo brasileiro do NETFLIX. Apesar da limitação do catálogo nacional, foi possível realizar uma seleção de grandes filmes – alguns deles constariam de qualquer lista de minha autoria sobre o tema.  Espero que gostem não somente da lista em si, mas também dos filmes.

1- Brilho Eterno de uma Mente Sem  Lembranças




Nenhum outro filme discute de maneira tão intensa a inexorabilidade do amor verdadeiro. Será possível apagar as memórias de um relacionamento e evitar a dor da perda? Será possível encontrar meios para “recomeçar do zero” depois de um rompimento traumático? Será possível eliminar completamente de nossas vidas alguém que um dia amamos e que um dia foi tudo o que nos importava? O diretor Michael Gondry responde a estes e a outros questionamentos neste filme sensível, comovente e marcante. Trata-se de um dos roteiros mais originais da história do cinema, com direção inspirada e com atuações magistrais de Jim Carrey e Kate Winslet.
2- A Rosa Púrpura do Cairo
Woody Allen é um verdadeiro mestre na arte de retratar as angústias, os sonhos, os erros e os impulsos humanos nos relacionamentos amorosos. Nesta verdadeira obra de arte, o diretor discute a contradição entre o amor real e o amor ideal, entre aquilo que sonhamos e aquilo que podemos ter.  Com leveza, descobrimos as consequências, boas ou não, de trilharmos o caminho de nossas escolhas.
3- Meia Noite em Paris
No que considero o melhor filme de Woody Allen, criamos empatia com o dilema do protagonista, preso entre um relacionamento com sua noiva linda, porém superficial, e sua encantadora paixão nos anos 1920, quando viaja no tempo. Trata-se de uma grande lição de como a nostalgia pode nos impedir de percebermos que o amor que tanto procuramos não está nem naquilo que tanto desejamos nem naquilo que construímos até então.
4- Antes da Meia Noite
Como manter a paixão depois de uma década? Como evitar que a rotina destrua o amor? Como resolver os ressentimentos acumulados por longos anos de convivência? Como entender e tolerar as mudanças da pessoa que amamos? Como enfrentar verdades incômodas? Antes do Anoitecer nos traz uma grande lição sobre o amor maduro, sobre como superar os obstáculos criados pelo tempo, sobre o que esperar de um relacionamento estável e longo entre duas pessoas realmente comprometidas.
A trilogia de Richard Linklater (Antes do Amanhecer, Antes da Meia Noite e Antes do Anoitecer) devia ser obrigatória para qualquer casal que esteja planejando passar a vida juntos, principalmente os mais jovens, para que entendam que, ao mesmo tempo em que o romance ideal não dura para sempre, o amor não morre com tempo, apenas amadurece como amadurecem as pessoas que amam.
5- O Mesmo Amor, A Mesma Chuva
Neste grande filme de Juan José Campanella, podemos acompanhar todo o ciclo de um relacionamento, da descoberta à separação. As coisas mais simples e os erros mais evidentes estão retratados de forma cativante, em uma das atuações mais inspiradas de Ricardo Darin. Uma boa história para nos mostrar que, por vezes, nosso egoísmo nos impede de percebermos que estamos a ponto de desperdiçar algo que temos e que não sabemos o quanto vamos sentir falta.
6- A Garota Ideal
Apaixonar-se por um boneca e manter um relacionamento estável com um ser inanimado parece o mote de uma comédia adolescente. Felizmente,  não se trata disso. A Garota Ideal é trata do tema com profunda sensibilidade, de forma a nos fazer criar empatia com o personagem principal, brilhantemente interpretado por Ryan Gosling. Neste grande filme, assistimos a um verdadeiro tratado sobre solidão, solidariedade e redenção. 
7- Pecados Íntimos
O que leva uma pessoa a cometer adultério? Porque apenas não se separa, se se sente infeliz? Essas perguntas não têm respostas simples, ao contrário do pensam os moralistas de plantão. Uma cadeia de eventos, de sentimentos e frustrações acumuladas podem levar a um impasse emocional e moral. Não são escolhas fáceis, e sempre haverá consequências dolorosas – e tentar evitá-las apenas adia o problema e, talvez, aumente o sofrimento.  Kate Winslet e Patrick Wilson têm ótimas atuações, ao refletirem as angústias e o medo de um casal ilegítimo.
8- A última Ceia
O amor também enfrenta obstáculos externos ao relacionamento. Em A Última Ceia, acompanhamos o improvável relacionamento entre um agente penitenciário branco e racista, interpretado por Billy Bob Thornton, e uma mulher negra, interpretada por Hale Berry, no sul dos Estados Unidos. O filme também conta com a melhor cena de sexo já feita fora do cinema de gênero. Trata-se de uma excelente história sobre amor e preconceito.
9- Larry Crowne
O amor pode surgir de onde menos se espera. Larry Crowne é um filme leve, que nos demonstra como pessoas completamente diferentes e supostamente incompatíveis por seu nível social e/ou intelectual podem descobrir um no outro a felicidade que não conseguem encontrar dentro de seus padrões de relacionamento. Tom Hanks e Julia Roberts formam um casal simpático e surpreendente.
10- Além da Estrada
Além da Estrada é uma viagem de autodescoberta e da descoberta de um amor improvável, em uma circunstância ainda mais improvável. Além disso, a narrativa acompanha a jornada dos personagens nas maravilhosas paisagens do Uruguai, cada uma delas com função e significado na narrativa. A felicidade pode estar onde menos se espera, basta que saibamos a reconhecer. Santiago, o protagonista, soube reconhecer? A resposta você encontra neste agradável filme Uruguaio.

Posts relacionados
  • 29 jan 2017
  • 0
Dois longas no oitavo dia do festival:  Mudbound e The Wound. Veja aqui o vídeo com os comentários do Maurício Costa:   Cobertura Completa de...
  • 15 out 2016
  • 0
Não quer entrar para tomar uma xícara de café? O Razão de Aspecto dá início uma parceria com podcast Café com Cinema do Cine Drive...
  • 26 dez 2016
  • 0
Bem-vindos ao Café com Cinema! Nosso podcast onde iremos discutir as últimas notícias cinematográficas, além de falar dos resultados das bilheterias aqui do Brasil, comentar...